2

Ciclos do caminho.

Passagens são como ciclos,
E o que existe são passagens.
Um rio nunca é o mesmo
Um dia nunca é apenas dia...
O além vai por onde a vida passa,
O infinto está num abraço antigo.
O ciclo de existir está no permitir,
Permitir que haja voltas e inicios
Que haja fascinios e amores,
Que haja vida na existência...
O ciclo vai além do sol que se põe para alguns
E se levanta para outros
Está na teia colorida e permeada de vidas,
Está no humano mundo do ser.

2 olhares incomuns:

Pedro disse...

Olá Lais!
Adorei o seu texto!
Fantástico!
Muito bom!
Beijão
Pedro

Iana Ferreira disse...

Lindo! Adorei !
beijos