5

O que move a Felicidade.


"A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar"

O dinheiro traz a felicidade? Eis um tema que talvez seja carregado desde que o ser humano criou o dinheiro e se deu conta que existe algo chamado felicidade.
Acredito que o dinheiro não traz a felicidade e que ela não depende unicamente dele para chegar . O dinheiro pode proporcionar momentos de alegria mas alegria não significa felicidade. Talvez em alguns momentos exprima a felicidade, mostrando-a para o mundo,mas não é porque se é alegre que se é feliz.A felicidade é um estado de espírito que as pessoas se permitem estar, independente do dinheiro.
Existem pessoas que se sentem alegres e até se julgam felizes por ter dinheiro,mas será que realmente são?
Ouvi uma vez que cada ser humano é responsável pela sua própria felicidade, então os que depositam o motivo de sua felicidade no dinheiro não são livres para criar sua felicidade,então como são felizes?
As coisas podem ser mais fáceis quando se tem dinheiro, mas as coisas que são fáceis podem perder a graça logo, como um quebra-cabeça que depois de montado quinze vezes já não traz mais aquela satisfação do desafio conquistado, não traz mais o "Vim, vi e venci".Isso não significa que a felicidade é algo a ser conquistado,a não ser dentro de cada um, pois afinal de contas, ela mora numa casinha simples.
No alto de um morro há uma casinha azul com janelinhas brancas, com floreiras e flores, com uma graça unicamente dela onde mora a felicidade.E como se chega lá?
Com um veículo chamado eu mesmo.Ele é movido por pequenos vestígios de felicidade que ela vai deixando para atrair qualquer um desde pequeno, como brincar no barro e correr com o cachorro,como descobrir amigos e encontrar um grande amor, como abraçar,beijar e sentir carinhos, como em se doar ou ,no meu caso,como cozinhar.
São atos onde a felicidade vai passando e deixando seu rastro para que encontremos o caminho até sua casa.O dinheiro pode ajudar sim, mas como a ajuda de um mapa, nos guia e isso não significa que dependemos unicamente dele.
O vento que mantem a felicidade somos nós mesmos que sopramos e portanto é esse vento nosso que guia a felicidade, como uma pena.

P.S.: Os versos no início do texto são de Tom e Vinicius, numa música chamada "A felicidade", que exprime uma felicidade muito bela.

5 olhares incomuns:

Lina :) disse...

Minha opinião é um pouco diferente, mas achei interessante seu ponto de vista. :)

Beijos :*

' káh. milloti disse...

amiga, boa sorte, adorei o seu texto, realmente está bom!
Beijoos

Dressa Ferreira disse...

Realmente o texto está otimo! Parabéns
BEIJOS

Iana Ferreira disse...

amei seu blog
visita o meu!

Parabéns pelo texto!

Dressa Ferreira disse...

"Seu blog me faz sorrir" :)

(http://essencefromfreedom.blogspot.com/2009/04/agradecimentos.html)
Beijoos